segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Pteroglossa roseoalba - flores 2015

No início deste ano, após uma batalha de pesquisas (na internet e em livros) e que envolveu grandes amigos virtuais, apreciadores de orquídeas (como eu), conseguimos publicar a vez primeira sobre esta belíssima e incomum orquídea terrestre, já tratando-a como Pteroglossa roseoalba. O fato de se manter inerte na estação seca e ressurgir vagarosamente no início do inverno, lhe confere toda uma magia que encanta e suscita satisfação. Este ano, por considerar que o inverno foi menos abundante e que o verão está mais severo, ela emitiu flores em menor quantidade e sequer pôde garantir a formação de cápsulas de sementes, mas ainda assim, garantiu um espetáculo!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...