sexta-feira, 17 de outubro de 2014

85 - Orquídea: Cattleya Nobilior

ESPÉCIE:
“Descrita em 1883, seu nome surgiu após uma comparação com a Cattleya walkeriana, que havia sido descrita 40 anos antes, com a qual era confundida. O nome nobilior significa mais nobre e a planta tipo apresenta uma quantidade infinita de tons desde um roxo escuro até um lilás suave. O seu cultivo no Mato Grosso do Sul, vem disseminando conhecimento sobre esta maravilha considerada a ‘Rainha do Cerrado’”.

HABITAT:
“É uma orquídea cujo habitat estende-se por uma vasta região abrangendo os estados de MS, MT, GO, TO, BA, MA, RO, além dos vizinhos Bolívia e Paraguai, em regiões sujeitas a longos períodos de estiagem e alta luminosidade”.
 
FLORAÇÃO: 

“A floração ocorre principalmente nos meses de Julho e Agosto. Exala um odor agradável e duradouro capaz de manter um ambiente perfumado durante todo o tempo de floração”.

VARIEDADES: 
“(...) podem ser encontradas outras variações na coloração como alba, albescens, coerulea, concolor, flamea, estriada, lilacina, rubra, semialba suave, suavíssima, vinicolor e venosa[i].

 
Observação endógena: adquiri esta nobre Cattleya em set. de 2012 e somente este ano ela floriu, em apenas uma flor; portanto, a espera foi um pouco longa.
Esta primeira floração se iniciou em agosto, deste ano. Semelhante a outras orquídeas, como a Laelia jongheana (já mostrada neste Blog), por exemplo, o bulbo que originou a flor teve inicialmente - única e exclusivamente - esta função; qual seja: proporcionar a floração e somente após a flor murchar é que surgiu um novo bulbo (para a "função reserva de nutrientes e formação de folhas"), a partir do anterior (de "função flor").
Encantei-me com a simplicidade da flor, ao mesmo tempo que rica em detalhes e tons do claro ao mais escuro. Particularmente, o que me chamou mais a atenção nesta Cattleya foi a forma do seu labelo, desde a base e as estrias em tons mais escuros e por fim as terminações também de um rosa escuro e nas "pontas" laterais vai se estendendo, como se quisesse tocar as sépalas. Esta bela flor existiu por 15 dias.
 
 
 
 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...