domingo, 28 de setembro de 2014

249 - Orquídea: Ionopsis Utricularioides


“Habitat natural: espécie epífita que se desenvolve a baixa ou média altitude, estando distribuída por uma vasta área, desde a Florida (EUA), até Brasil e Paraguai, abarcando, países da América do Norte, Central e do Sul”.

“Cultivo: prefere o cultivo em placas de cortiça ou madeira, proporcionando o crescimento livre e arejado das raízes. Aprecia temperaturas médias/altas, elevado teor de umidade, regas e fertilizações regulares ao longo do ano[1]”.

Possui “haste floral de 15 a 30 cm de comprimento e inflorescência na ponta, racimos portando várias flores diminutas (em torno de 1 cm), com pétalas e sépalas cor ligeiramente rosa como que envolvendo o labelo em sua base, cuja cor varia do branco ao lilás escuro com estrias cor vinho (...). Plantada diretamente em galhos finos de pés de romã, laranjeira, cafeeiro ou goiabeira surte bons resultados, pois se adapta com facilidade nessas condições. Ideal cultivá-la em galhos finos amarrados em feixes (...)”.


Classificação: Gênero: Ionopsis H.B.K.; Espécie: Ionopsis utricularioides (Sw.) Lindley;
Tribo: Cymbidieae;
Subtribo: Oncidiinae;
Etimologia: Ionopsis, do grego “íon”, violeta; “opsis”, aparência; provável referência ao colorido das flores;
Epíteto: utricularioides, do latim “utriculu”, odrezinho, pequena vesícula; do grego “(o)eidés”, aspecto ou forma de, semelhante a; em referência ao formato da flor lembrando um odre (antigo saco feito de pele e destinado ao transporte de água, sobre o lombo dos animais)[2]”.

Observação endógena: adquiri esta orquídea (na primeira semana de agosto deste ano), e ela já veio com uma pequena haste floral, composta por pelo menos 12 botões. A espera durou pouco e em algumas semanas (por volta do dia 20 de agosto) eu já pude apreciar as pequenas flores (uma novidade agradável). Todas elas abriram num curto tempo de 1-3 dias e permaneceram  plenas por mais de 2 semanas. A maneira como as flores se projetam, pendidas na ponta da haste (bem com os seus tons), provocam uma visão muito interessante, o que, apesar de pequenas, conseguem enfeitar qualquer orquidário!
 
 
 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...