quinta-feira, 6 de março de 2014

Lista das Orquídeas de Alagoas (NE - Brasil)


Lista das Orquídeas de Alagoas[1] (Nordeste do Brasil)
Aspasia variegata  
Aspidogyne foliosa   
Barbosella crassifolia  
Brassavola: tuberculata, perrini. Híbridos naturais não descritos:
Brassocattleya /(B. tuberculata Hook X C granulosa Lindl.) 
Bulbophyllum sanderianum 
Campylocentrum: fasciola, ornithorrynchum, sellowii e spannagelii
Capanemia thereziae
Catasetum: gardneri, macrocarpum, purum e uncatum
Cattleya: granulosa, labiata e guttata
Cochleanthes flabelliformis
Coryanthes speciosa 

Cyrtopodium: cristatum, gigas, holstii e polyphyllum  
Dichaea: cogniauxiana, panamensis e rodriguesii
Dimerandra emerginata
Dipteranthus duchii
Eltroplectris calcarata
Encyclia: advena, bohnkiana, dichroma, flava, gallopavina, oncidioides, osmantha, patens e tripartita. Espécie dúbia: Encyclia amicta
Epidendrum: amblostomoides, anceps, avicula, carpophorum, cinnabarinum, cristatum, densiflorum, difformis, denticulatum, fulgens, ibaguense, imatophyllum, nocturnum, orchidiflorum, presbyteri-ludgeronis, ramosum, rigidum, schlechteranum, schomburgkii, strobiliferum, vesicatum e xanthinum 
Galeandra claesii,
Gomesa: barkeri e recurva
Gongora: bufonia e quinquenervis
Huntleya meleagris
Ionopsis utriculariodes
Isochilus linearis  

Jacquiniella globosa
Leochilus labiatus
Lygyophila rosea
Lockarthia: ludibunda e lunifera  

Maxillaria: desvauxiana, discolor, ferndinandiana, gracilis var. macrantha, jenischiana, monantha, parviflora, rufescens e splendens
Mesadanella cuspidata

Miltonia: clowesii, flavescens e moreliana
Notylia: punctata, barkeri, microchila e punctata
Octomeria grandiflora
Oeceoclades maculata

Oncidium: barbatum, baueri, cebolleta, cebolleta fma. albina, ciliatum e flexuosum
Orleanesia yauaperyensis
 
Phragmipedium sargentianum
Pleurothallis: barbulata, corticola, derregularis, modesta, ochreata, pruinosa, recurva, Rubens e sclerophylla spiralis
Polystachya: caespitosa, concreta e estrellensis
Prescottia leptostachya
Prosthechea: alagoensis, fragrans, glumacea e pygmaea

Psygmorchis pusilla
Reichenbachantus reflexus
Rodriguezia: bahiensis e bracteata

Sacoila lanceolata
Sanderella discolor 

Sarcoglottis acaulis
Scaphyglottis: fusiformis, modesta, prolifera e sickii
Schomburgkia crispa, rosea
Sobralia liliastrum
Sophronitis: cernua e alagoensis
Stanhopea lietzei
Stellis sp.
Stenorrhynchus lanceolatus ou australis

Trichocentrum: albo-coccineum e fuscum
Trigonidium: acuminatum, obtusum e tenue

Vanilla: bahiana, palmarum, planifólia e trigonocarpa  
Xylobium colleyi
Zygostates bradei[2]

[1] O material está contido no site que trás o seguinte título para a abertura do artigo: “AS ORQUÍDEAS BRASILEIRAS DIVIDIDAS POR ESTADO”.
Disponível em: <http://www.delfinadearaujo.com/estados/brasil.htm> Acesso em fev. de 2014.
O site esclarece que: “este levantamento é o resultado de um trabalho de pesquisa na literatura brasileira e estrangeira de 9 anos. Depois que o site foi colocado no ar, recebemos diversos e-mails de estudiosos e também de sociedades de orquidófilos informando a ausência de espécies em seus Estados. Estas informações foram também incluídas. Evidentemente, esta lista não é completa pois é impossível acompanhar todas as publicações inerentes ao assunto (seja no tocante à ocorrência, novas espécies, novos gêneros e/ou alterações propostas) em função do volume e das mais diversas origens. O sudeste foi sempre bastante beneficiado pelos estudos e, assim sendo, o levantamento desta região é mais completo. Outras regiões não foram ainda devidamente estudadas ou só mais recentemente começaram a sê-lo, como é caso da região amazônica, onde, devido às novas pesquisas de campo, o número de ocorrência e de espécies novas se elevou muito. Os dados mais recentes foram aqui incluídos mas outras surpresas nos aguardam (...). Por estas razões todas, estes dados são meramente informativos. Na maioria das vezes, adotamos a nomenclatura tradicional com exceções daquelas alterações nomenclaturas já consagradas”.
[2] A referida lista foi editada a partir de <http://www.delfinadearaujo.com/estados/alagoas.htm> Acesso em fev. de 2014.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...