sábado, 1 de março de 2014

196 - Orquídea: Ornithocephalos myrticola

"Ornithocephalus é um gênero botânico (...) que foi proposto por Hooker em 1824. O Ornithocephalus gladiatus Hook é a espécie tipo deste gênero. O nome do gênero refere-se ao fato da coluna de suas flores lembrar o formato de uma cabeça de passarinho com longo pescoço. Agrupa cerca de 40 espécies epífitas, distribuídas pela América tropical e equatorial, normalmente crescendo à sombra nas matas úmidas; 7 estão registradas no Brasil”. 

“São plantas sem pseudobulbos, com folhas carnudas, chatas, equitantes, gumiformes, que formam belos leques ou fascículos sobre curtíssimo caule nodiforme, por vezes invertidos ou pendentes dos ramos das árvores. As múltiplas inflorescências, eretas ou arqueadas, emergem das axilas das folhas, em regra mais de uma vez por ano com poucas ou muitas flores, espaçadas ou próximas”. 

“As minúsculas flores são bastante variadas, sempre delicadas, e muito interessantes. Normalmente granulosas ou pilosas, com segmentos mais ou menos espalmados, algo côncavos, algo vicidulosas em regra brancas, quase translúcidas, com detalhes amarelos ou verdes, possuem labelo trilobado e a coluna, sempre muito alongada e sinuosa, como foi dito, tem a aparência de uma cabeça de passarinho com grande antera de rosto longo, ou seja, prolongamento em forma de bico, com conetivo comprido e sobreposto ao rostelo dá coluna (...)[i]”. 

Pode ser plantada em:
1. Sombreamento: malha 80%;

2. Substrato: amario em placa ou casca e sphagno (plantio horizontal);
3. Envasamento: não[ii].
 
Observação endógena: adquiri esta micro orquídea por meio de uma permuta com uma orquidófila de SC, em outubro de 2013. Coloquei-a fixada num pedaço de madeira, envolvida por sphagno, na vertical; rapidamente, em novembro, iniciou esta primeira floração (eu temia como poderia fotografar suas flores minúsculas, da melhor forma possível, mas no final, acho que foi tranquilo - com meus atuais instrumentos - fotografá-las). Foi preciso quase 1 mês somente para a formação da pequena haste floral e suas ramificações; vieram os botões e, no início deste ano, as flores. Elas perduraram por quase todo o mês de janeiro de 2014.
Quando observei o aparecimento da primeira haste floral.
Logo depois, percebemos que seriam duas hastes.
 
 
 
Atualmente está assim. Esse muda de cima não floriu, está bem robusta; a de baixo é a que floriu e está meio detonada.

[i] Em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ornithocephalus_%28orqu%C3%ADdea%29 Acesso em out. de 2013.
[ii]Disponível em: http://orquideasapiflora.blogspot.com.br/2012/01/ornithocephalus-myrticola.html Acesso: nov. de 2013.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...