quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Orquídea: Catasetum macrocarpum/flor masculina

"Efêmeras, em relação a outras flores de nossas orquidáceas, a beleza de Catasetum nos proporciona pouco tempo a sua apreciação. Catasetum: este nome foi dado às orquídeas que possuem as antenas (cerdas) viradas para baixo. Por vezes, elas são tão diferentes que se pode pensar serem plantas distintas. Têm por volta de 6 cm de diâmetro e florescem no outono” (PEREIRA, Luis Araújo. Álbum das Orquídeas de Alagoas. Maceió. IMA/PETROBRÁS/TRIKEM, 2000, 315 p.).
"Entre os Catasetums mais recomendáveis para cultivo, o Catasetum Macrocarpum, principalmente este, por ser planta relativamente abundante e muito florífera, dentre as congêneres, no universo das orquidaceae alagoanas, permite observarmos o dimorfismo das flores (ora masculinas, ora com menos frequência – femininas) apesar de que, raramente, ocorrem também inflorescências cujos elementos, possuindo políneas e coluna, com estigma, são verdadeiramente hermafroditos” (Idem. Ibdem).
Observação endógena:
As fotografias se referem ao Catasetum macrocarpum flor masculina; este tipo de Catasetum exala um cheiro tão intenso e exótico que chega a entorpecer e viciar. Trata-se de uma fragrância aguda (como no som) que adentra o olfato e se instala no mais intimo da região cerebral, talvez relaxe, talvez inquiete. Mais que isso, a beleza detalhista é digna de chamá-la de uma das mais perfeitas, entre as orquídeas, a que mais detalhes exibe.
Tanto a de flor feminina quanto a de flor masculina parecem que sempre querem buscar o requinte, pois seu ciclo de desenvolvimento encanta: de princípio surgem miúdas e franzinas hastes que vão se emoldurando; aos poucos crescem e abrem devagarzinho na extremidade pequenos (botões); e quando se imagina que já é seu ápice ela apresenta bem mais: se mostra em toda a beleza e perfume; enverga as posições das pétalas inferiores e curva  as aberturas; torna amarelada as tonalidades e deixa transparecer pigmentos arroxeados. Mas, como tudo passa, (...) em poucos (7 dias, normalmente) de espetáculo demonstra que não é eterna, já que mais rápido do que antes (do que veio) se esvai e murcha como se a vida a deixasse para sempre, como se tivessem secadas suas fontes de sobrevivência. Entretanto, ela é mesmo “sertaneja, das Alagoas”, e tal qual o homem sertanejo e sofrido, ela se metamorfoseia e na estação correspondente presenteia mais uma vez aqueles seres vivos que estiverem à sua volta. Ela guarda seus nutrientes em pseudobulbos formosos assim como o sertanejo preserva a esperança por mais dura, triste e sofria que seja a realidade. Se as flores forem fecundadas, gera graúdas cápsulas de sementes.
Catasetum macrocarpum - uma haste floral quase plena; e outra em processo de crescimento.
Catasetum macrocarpum - floração de fim de inverno.
Catasetum macrocarpum - a visita da formiga.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...