Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Cattleya nobilior - flores 2015

A primeira florada desta bela Cattleya ocorreu em 2014 e eu mostrei aqui no Blog. Este ano, as flores vieram por volta de março e em dobro, criando um espetáculo ainda mais atrativo. A beleza desta cattleya se distribui deste a sua coloração até a maneira como as pétalas e sépalas se distribuem, em consonância com um labelo repleto de incríveis detalhes!
É uma orquídea que vem tolerando uma boa luminosidade, se mostra muito resistente, além do fato de que até o momento não precisou de qualquer adubo.
 

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Cattleya araguaiensis - flor 2014

Sobre a Cattleya araguaiensis eu fiz uma postagem em 2013, que rendeu várias visualizações e muitos comentários elogiosos para a mesma... Isto porque se trata de uma Cattleya muito rara, tanto no que se refere à sua ocorrência quanto em relação a particularidade da beleza de suas flores...
Repetindo o espetáculo da floração anterior, a Cattleya araguaiensis produziu outra bela flor em 2014, que merece ser destacada aqui no Blog. Mas nossa atenção, desta vez, é dispensada com maior cuidado para a beleza de seu labelo!
 

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Dia do Orquidófilo (junho)


No dia de hoje é comemorado o "Dia do Orquidófilo". Isto se deve a uma homenagem a João Barbosa Rodrigues, que nasceu em 22 de junho de 1842, em São Gonçalo de Capivari, MG. [Ele foi] engenheiro, naturalista, botânico, taxonomista e durante quase 20 anos dirigiu o Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Lá conduziu estudos sobre as orquídeas brasileiras, tendo produzido importantes trabalhos na área da orquidofilia. Para se ter uma ideia da sua importância no campo do conhecimento sobre as orquídeas, o gênero Barbosella foi criada em sua homenagem[1].
É provável que todos os dias, pelo menos uma orquídea surpreenda a aqueles/as que dedicam algum tempo de sua vida ao cultivo, ou seja, os/as orquidófilos/as... que tem dia a dia a oportunidade de se surpreender e isto é simplesmente incrível!
Abaixo eu deixo fotos de um desses momentos, capazes de nos surpreender e de nos arrebatar positivamente, através do espírito!
O que se pode ver é que um novo bulbo originado na haste floral está desenvolvendo uma uma haste floral...será como "a flor da flor"!
 

[1] Disponível em: http://www.orquidofilos.com/22-de-junho-dia-do-orquidofilo Acesso em jun. de 2015.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

82 - Orquídea: BC Pastoral 'Innocence'


Conhecida como: Brassocattleya Pastoral “Innocence” (1961);
Origem: Cattleya Mademoiselle Louise Pauwels x Brassocattleya Deesse; Planta: Epífita, 30-40 cm; Flor: 15 cm; Época de floração: outono; Longevidade das flores: 20 dias; Fragrância: sim (cítrica); Luminosidade: média; Umidade: média; Temperatura: média; Dificuldade de cultivo: baixa[i].

“Este híbrido combina o que há de melhor no gênero Brassavola, ou seja, o labelo franjado da Brassavola digbyana, com o tamanho e forma impecável das boas Cattleyas albas. Planta de fácil floração que produz quase sempre 2 ou 3 flores grandes com um perfume cítrico muito agradável. Existem diversos outros clones afamados deste cruzamento, como por exemplo podemos citar os seguintes: ‘White Orb’, ‘Mônica’, ‘Ave Maria’, ‘Aniel Carnier’, ‘Sandra’, ‘Rosee’ e ‘Pink Pearl’. Estes 2 últimos são de uma tonalidade lavanda suave muito bonita, enquanto os demais são plantas albas ou semi-albas[ii]”.

Observação endógena: este híbrido foi adquirido em set. de 2012, para ser uma das minhas orquídeas semi-albas de maior destaque, pois naquele ano, eu não possuía outras orquídeas albas ou semi-albas de maior relevância. Porém, uma frustração se alastrou: ela demorava a florir, ao passo que eu ia adquirindo outras orquídeas semelhantes na cor, desde espécies a híbridos. Mas eis que em fev. de 2015, cerca de um ano e meio depois da aquisição, desponta um belo e imponente botão, rompendo a espata gigante!
E a flor é "fora de sério", supera qualquer expectativa - já positiva - porque é grande, de pétalas e sépalas com estruturas mais rijas, o labelo é repleto de brácteas e a mácula amarela se destaca em meio a uma brancura incrível!
 

[i] Disponível em: <http://www.orquidariofaisca.com.br/2013/04/09/1360-bc-pastoral-innocence/> Acesso em fev. de 2014. 
[ii] Disponível em: <http://orquideas-camp.blogspot.com.br/2012/06/hibrido.html> Acesso: fev. de 2014.

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Bromélia: Ananás bracteatus var. striatus

A bromélia Ananás bracteatus, ou Abacaxi ornamental é uma planta "da família Bromeliaceae, também conhecida como Abacaxi-vermelho, Ananás-ornamental ou Ananás-vermelho”. Trata-se de uma bromélia rústica, cujas folhas e frutos são ornamentais, devendo ser cultivada em meia sombra ou em sol pleno, se o solo for enriquecido com matéria orgânica (as pequenas flores de cor azul dão um charme todo especial). “As folhas são verdes, alongadas e com espinhos nas bordas e os frutos são avermelhados (...). Dada a sua agressividade, o abacaxi-ornamental é muito utilizado para delimitar áreas ou canteiros que não devem ser invadidos por pessoas ou animais. Pode ser plantada isolada, em composições, em grupos ou como bordadura (...). Ocorre em toda América do Sul[1]”.


[1] Disponível em: http://www.wikiaves.com.br/flora:abacaxi-ornamental Acesso em mai. de 2015.

domingo, 31 de maio de 2015

140 - Orquídea: Oncidium Sharry Baby

“(...) é uma [orquídea] que se destaca pela adorável fragrância de chocolate (baunilha). Possui haste com cacho pendente e multifloral e suas flores têm cerca de 4cm de diâmetro. As Flores são de cor marrom avermelhadas com labelo branco de tamanho pequeno em uma haste comprida. As folhas podem apresentar pintas nas pontas”.
“É um híbrido criado por Beall em 1983, a partir dos cruzamentos de Oncidium jamie sutton e Oncidium honolulu, a planta mede cerca de 30cm de altura[i]“.
“Suas flores são pequenas, delicadas e muitas vezes perfumadas. Os tons mais comuns são: amarelo, róseo, branco e castanho. A durabilidade da floração varia de 01 semana a 40 dias, dependendo da espécie[ii]”.

Observação endógena: tende-se a supervalorizar a boa qualidade desta orquídea, que é o seu perfume, de fato, o mesmo consegue agradar a maioria dos humanos, dada a familiaridade com o aroma de chocolate mas, para além disso, se trata de flores muito bonitas e ricas em detalhes caprichosos. Mesmo em se tratando de uma primeira florada, foram produzidas 11 belas flores; e fazia menos de 1 ano que eu havia adquirido-a.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

148 - Orquídea: Laelia Cinnabarina var. crispilabia

Eu adquiri esta orquídea do gênero Laelia, em maio de 2013, na ocasião ela me veio como sendo a Laelia Harphophylla. Porém, após a sua floração que ocorreu a partir de fevereiro deste ano, veio a constatação de que não seria a Laelia Harphophylla, pois se o fosse deveria ter flor de tom alaranjado. 
Após buscas no grupo Orquidófilos de Alagoas, no FaceBook, nos veio a dica de que seria (na verdade) a Laelia Cinnabarina var. crispilabia.

O que se pode resumir é que até o momento eu não consigo afirmar bem a sua espécie, pois em algumas descrições se diz que Laelia Harphophylla é tantas vezes confundida com a Laelia Cinnabarina e seus sinônimos são: Bletia crispilabia; Hoffmannseggella crispilabia; Laelia cinnabarina var. crispilabia e Laelia lawrenceana.

Então, quem mais puder me ajudar será bem vindo!