Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Tillandsia tenuifolia - flores 2014

Eu havia publicado sobre esta Tillandsia apenas em 2011, mas naquele ano eu sequer tinha plena certeza de que fosse uma tenuifolia. Mas, desta vez, é diferente: fiz mais pesquisas e obtive fotos mais nítidas, o que me permitiram afirmar com mais certeza, que se trata da Tillandsia tenuifolia.
A sua beleza ganha ainda mais poder, quando percebemos que suas flores são bem pequenas, algo similar a cabeça de um palito de fósforo; e quando aproximamos o "olhar", descobrimos flores completas, plenas, belas...
 
 
 

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

241 - Orquídea: Epidendrum avícula


Micro-orquídea com flor de 0,75 cm - por quase todo Brasil - Equador e Peru”.
Cultivo: fácil; floração: primavera e outono; duração das flores: 2 semanas;
tamanho da planta quando adulta: até 12 cm; tamanho da flor: 0,6 mm; quantidade de flores: muitas; nome correntemente aceito: Epidendrum avicula; autor: John Lindley; data da publicação: 1841; sinônimos: Lanium avicula, Lanium ecuadorense.  
Habitat: epífita, ocasionalmente rupícola, em florestas tropicais e equatoriais em locais bem iluminados; altitude: 400 a 1.500 m.; quantidade de espécies neste grupo: 05 ou 06.
"Nota taxonômica: espécie muito conhecida com o nome de Lanium avicula; apesar de apresentarem flores muito similares, com pequenas diferenças no labelo, o Epidendrum avicula pode ser facilmente identificado por apresentar pseudobulbos muito maiores e mais robustos[i]”.
 
 
 
 
 

[i] Disponível em: http://www.colibriorquideas.com/especies/Epidendrumavicula.php Acesso em: setembro de 2012.

domingo, 11 de janeiro de 2015

133 - Orquídea: Potinara haw yang gold

No início de 2015 nós publicamos sobre 2 espécies (Aspasia e Solenidum), entao, chegou o momento de publicarmos o primeiro híbrido de 2015; e ele é fantástico!
Fazendo pesquisas na internet, o que ultimamente tem sido nossa maior fonte de buscas, não conseguimos encontrar nada relevante sobre este belo híbrido. O que pode-se destacar inicialmente é que se trata de um híbrido resultante do cruzamento entre os seguintes gêneros: Brassavola, Cattleya, Laelia e Sophronitis (4 gêneros). Acrescentamos que o referido híbrido tem se adaptado e se desenvolvido muitíssimo bem aqui no calor do Nordeste do Brasil, basta observar a sua breve trajetória, a seguir...
Observação endógena: adquirimos esta orquídea em abril de 2013 (a partir do Estado do Tocantins), era jovem, mas já contava com pelo menos 4 ou 5 bulbos; desde então ela tem produzido bulbos sucessivamente e cada vez mais robustos. A floração deu-se desde agosto de 2014 e perdurou até meados de outubro do mesmo ano; foram 3 bulbos em floração e um total de 10 belíssimas flores, de tom escarlate... com finas mechas e depois borrões amarelos no interior do labelo, bem como (de forma mais suave) desde a base das sépalas e pétalas, em direção as extremidades das mesmas; além de um perfume suave.
Os primeiros 2 (de 10) botões...
 
 
 
 
 
 
 
 

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

177 - Orquídea: Solenidium lunatum


“O gênero Solenidium foi proposto por John Lindley em 1846 e possui 3 espécies aceitas (...). Encontrado em toda a América tropical, mas apesar de sua ampla distribuição não é considerado planta de fácil cultivo, sendo rara a sua aparição em exposições (...)[i]”.

Observação endógena: fizemos antes, sobre o Solenidium lunatum, uma publicação no site parceiro Orquídeas.eco, poderão vê-la através do link.
A floração (1ª) ocorreu entre jun. e set. de 2014 e contabilizou 56 flores; apesar de ter no momento das fotos, duas mudas em floração (pouco distantes uma da outra) não obtivemos a formação de cápsulas de sementes. Ao que parece ser um Oncidium cilliatum (numa primeira visão, por desavisados), quando floresce deixa-se mostrar numa delicadeza e ao mesmo tempo muita beleza, por parte de flores com manchas peculiares,  como se tingidas de ferrugem.
 
 
 
Apenas marcas das flores ("fósseis" muito frágeis).

[i] Disponível em: <http://orquipira.blogspot.com.br/2011/02/planta-da-noite-15022011-solenidium.html> Acesso: jun. 2013.

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

248 - Orquídea: Aspasia lunata

Começamos esta ano com uma orquídea que floriu em apenas 1 flor, mas que é de grande significância:
“Aspasia lunata é uma espécie de orquídea nativa da América do Sul tropical, no sudeste e sul do Brasil até à Bolívia e ao Paraguai entre os 200–750 m de altitude”.
"Descrição: Forma grandes colônias mas, não sendo uma espécie particularmente comum, apenas é encontrada ocasionalmente, sobretudo em zonas de transição entre floresta sombria e áreas abertas tanto em florestas úmidas como em florestas nebulosas. A Aspasia lunata é primariamente uma epífita em troncos grossos, mas é frequentemente encontrada vivendo em ranhuras nas rochas cobertas por folhas caídas e em florestas úmidas onde nunca são expostas diretamente à luz solar[i]”.
O nome do gênero deve-se a uma homenagem a Aspásia de Mileto, que era amante do governante grego Péricles.

Observação endógena: adquiri esta bela orquídea em agosto de 2014 e sequencialmente, em novembro ela produziu uma belíssima flor, que perdurou desde o início de nov. até o advento de dez. O fato de ser nativa da América Tropical fez com que se adaptasse bem ao meu orquidário (sob sol forte e regas irregulares).
 
 

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Schomburgkia rosea - beleza singular

Em 2012 e também no ano passado, nos fizemos postagem sobre a Schomburgkia rosea (esta última postagem, inclusive, abarcava algumas fotos deste ano, sendo de outra muda).
Este ano algo incomodou a minha única Schomburgkia rosea (cultivada em vaso) e ela desenvolveu apenas 1 haste floral. Nos anos anteriores contávamos com uma média de 2 a 3 hastes. Mas, enfim, apesar da pouca quantidade de flores, ela mereceu uma postagem (para mantermos a regularidade) e também por termos conseguido alguns bons closes de flores individualmente, que mostram quão singular são as cores e as formas destas belas flores.
Obs. no ano que se aproxima traremos postagens inéditas, de orquídeas adquiridas e que já nos presentearam com belas floradas.
 
 

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Boas Festas e Venturoso 2015

O Google+ nos ofereceu uma compilação/resumo em vídeo (na verdade uma boa sequência de fotos) d'algumas coisas que postamos em 2014; eis que reproduzimos o vídeo abaixo:
video
Aproveito para agradecer a todos os leitores e amigos que, juntos, ajudaram a construir este Blog. Desejo Boas Festas e um Ano Novo venturoso!