Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Bromélias do Parque das Aves - Foz do Iguaçu/PR - parte 1/2


“O Parque das Aves é um passeio essencial para quem visita Foz do Iguaçu/PR, localizado próximo às Cataratas, no Parque Nacional do Iguaçu. No Parque das Aves você vivenciará um contato direto com mais de 1.020 aves, abrangendo cerca de 150 espécies diferentes.  São 16,5 hectares de exuberante Mata Atlântica mantidos para formar o melhor habitat para nossos animais”.
“Esse não é um passeio como qualquer outro, é uma experiência única e inesquecível na qual você encontrará incríveis aves dos quatro cantos do Brasil e de diversas partes do mundo, muitas delas ameaçadas. Adentre em nossos viveiros de imersão para sentir o bater das asas das vibrantes araras e olhar nos olhos de um tucano(...)[1]".

Observação endógena: Além das diversas aves que podem ser vistas e ouvidas, no Parque das Aves de Foz do Iguaçu/PR, é possível também observar e estar em contato com ambientes incríveis, compostos pelo verde e pelo colorido das folhas e flores de diversas plantas (grandes e pequenas). Há outros ambientes arrumados de forma a conciliar o natural e o manipulado, como por exemplo, vastos tapetes coloridos das mais diversas bromélias (predominado as da espécie Guzmania), como as que mostremos a partir de então, em duas postagens.
 
 
 
 

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

2 - Bicharada no Orquidário

Em agosto de 2014 eu fiz a primeira postagem sobre alguns bichinhos que podem ser encontrados em nossas orquídeas, especialmente os insetos. A postagem - ao que parece - foi apreciada, pois conquistou muito rápido, cerca de 10 comentários dos amigos e visitantes do Blog, além de já ter sido visitada por cerca de 120 pessoas. 
No momento trazemos mais uma postagem sobre alguns bichinhos (pequenos, como formigas) e relativamente grandes (como catengas e borboletas); de alguma forma se estabelece uma micro cadeia alimentar no orquidário, por exemplo, as borboletas são atraídas pelo cheiro e pela cor das flores, em busca de pólen (as floradas também atraem as formigas em busca de substâncias adocicadas) e as catengas adentram para capturar algumas borboletas.
A catenga está quase camuflada no suporte da Ornithophora radicans.
Um tipo de mosca(quito) bastante curioso.
Borboleta exótica.
Mosca azul no ápice de uma flor de BL. yellow bird 'H & R'.
Algumas formigas nos botões de BLC. Waikiki Gold 'lea'.
 
Aqui, esta formiga se aventura num belo tapete amarelo, da POT. burana beauty 'burana'.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

BC Saint Andre - flores 2015

Nós ainda estamos a pouco mais da metade do ano de 2015 e, até aqui, minha BC Saint Andre já floriu por duas vezes. Na primeira vez, apenas 1 flor e recentemente, 2 belas flores.
Como é sabido, as orquídeas originárias de cruzamentos estimulados (híbridos), florescem com maior frequência, especialmente quando se encontram num ambiente favorável.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Oncidium cebolleta - flores 2014/2015

Abaixo destacamos belas fotos de mais uma postagem do Oncidium cebolleta, numa florada que se iniciou em 2014 e terminou no início de 2015.
Para encontrar postagens anteriores sobre esta orquídea, basta digitar o seu nome na caixa de pesquisa acima.

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Denphal alba - flores 2015

Denphal alba, ou para muitos Dendrobium híbrido/albo é uma orquídea epífita de florações abundantes. Trata-se de uma planta de fácil cultivo e de excelente adaptabilidade a fatores diversos. Os bulbos atingem a capacidade de florir em poucas semanas e a produção de flores pode ocorrer várias vezes ao ano.
É uma orquídea elegante, dada a sua cor e ao porte da planta; por ser de fácil cultivo é excelente para iniciantes no cultivo de orquídeas, recompensando qualquer esforço com belas florações.
Até o momento havia publicado duas vezes sobre esta orquídea:
- Denphal alba - flores 2014.
Além das demais postagens sobre o Denphal ekapol.
 

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Prosthechea fragrans - flores 2015

Eu havia postado inicialmente sobre a Prosthechea fragrans apenas em 2011, depois publicamos um "artigo" sobre esta orquídea e, na ocasião, a chamávamos de Epidendrum fragrans. Entre 2012 e 2014 ela sofreu bastante, por causa de algumas intempéries típicas da nossa região e só conseguiu produzir uma boa quantidade de flores elegantes, no início deste ano.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Epidendrum nocturnum - flores 2014

Este Epidendrum nocturnum precisou ser mudado de vaso, o que fez com que a floração em 2014 começasse tardia, mas após desenvolver novos bulbos, voltou a florir em boa quantidade e emitiu pelo menos 12 flores; abaixo, destacamos três delas.
Obs. não colocarei links para postagens anteriores, porque são muitas e poderão ser facilmente encontradas no Blog, digitando seu nome na caixa de pesquisa.